domingo, 28 de maio de 2017

Relatório do Jogo: FA WSL 1 Spring Series > Manchester City WFC 0x1 Arsenal Ladies


Neste domingo (28/5/2017), pela manhã, Arsenal Ladies foi à Manchester e arrancou uma vitória importantíssima contra um adversário muito complicado. Arsenal Ladies não vencia Manchester City WFC há dois anos. As duas equipes estavam invictas e Manchester City WFC tinha quatro pontos a mais do que o Arsenal Ladies. No primeiro tempo, não houve muitas oportunidades criadas e terminou 0 a 0. No segundo tempo, o time da casa partiu para cima, mas a defesa do Arsenal Ladies conseguiu segurar o adversário. Jordan Nobbs marcou de falta o gol da vitória aos 30 minutos do segundo tempo. Nobbs marcou seu terceiro gol e é uma das artilheiras da equipe. Apesar de manter a invencibilidade e da vitória, Arsenal Ladies não subiu de posição, mas continua na briga pelo título da FA WSL 1 Spring Series. Com as derrotas do Liverpool Ladies e do Manchester City WFC, Arsenal Ladies é a única equipe invicta na WSL 1 Spring Series. Na quarta colocação, a diferença pro líder, Liverpool Ladies, que foi goleado pelo Chelsea Ladies, diminuiu para 2 pontos. Liverpool Ladies só tem um jogo a ser disputado. Arsenal Ladies, Chelsea Ladies e Manchester City WFC ainda tem dois jogos a serem disputados. O próximo jogo do Arsenal Ladies será na quarta-feira (31/5/2017), às 15h30 (Hora de Brasília), em casa, contra o Reading WFC.

Relatório de jogo

7. Rodada - domingo, 28/05/2017 - 08:00 - Academy Stadium
Manchester City WFC - Arsenal Ladies FC   0:1 (0:0)
Manchester City WFC: 21 Marie Hourihan - 2 Lucy Bronze, 6 Steph Houghton, 20 Megan Campbell (73. 5 Jeniffer Beattie), 3 Demi Stokes - 8 Jill Scott, 24 Keira Walsh, 11 Isobel Christiansen - 17 Nikita Parris, 9 Toni Duggan, 14 Melissa Lawley (61. 12 Georgia Stanway); Treinador: Nick Cushing
Reservas não utilizados: 26 Ellie Roebuck, 23 Abbie McManus, 16 Jane Ross, 7 Kosovare Asllani
Arsenal Ladies FC: 1 Sari Van Veenendaal - 2 Alex Scott, 24 Charlotte Wubben-Moy, 32 Anna Patten, 20 Dominique Janssen - 17 Heather O'Reilly, 6 Leah Williamson, 21 Danielle Van de Donk (86. 4 Fara Williams), 8 Jordan Nobbs, 9 Danielle Carter (90. 7 Chloe Kelly) - 23 Beth Mead (59. 14 Jodie Taylor); Treinador: Pedro Martínez Losa
Reservas não utilizados: 13 Anna Moorhouse, 16 Louise Quinn, 11 Carla Humprhrey, 15 Katie McCabe
Gols: 0:1 Jordan Nobbs (falta (pé direito), 75.)
Árbitro: Anthony Tankard
Espectadores: 1808 
Cartão Amarelo: - / Dominique Janssen (2.) (67., Falta)

Classificação

sábado, 27 de maio de 2017

Pré-Jogo: 28/05/2017 > FA WSL Spring Series > Manchester City WFC x Arsenal Ladies


Neste domingo (28/05/2017), às 8h00 (Hora de Brasília), no Academy Stadium, Arsenal Ladies enfrentará Manchester City WFC, em jogo válido pela 7ª rodada da FA WSL Spring Series, ante-penúltima rodada. É o chamado jogo de seis pontos. Arsenal  Ladies precisa vencer para se manter na briga pelo título. Se perder, pode dar adeus ao título. Manchester City WFC está invicto e vem de cinco vitórias consecutivas, quatro delas na Liga. Marcou 16 gols e sofreu apenas 5. Arsenal Ladies também está invicto na Liga com 2 vitórias e 3 empates. Arsenal marcou 11 gols nos últimos 3 jogos e sofreu 5. Manchester City WFC jogou na última quarta-feira, enquanto Arsenal Ladies está mais descansado, tendo jogado no último sábado. Arsenal Ladies e Manchester City WFC já se enfrentaram nove vezes e nunca terminou empatado. É um jogo sempre complicado para Arsenal Ladies. A equipe perdeu os três últimos confrontos. A última vitória foi no dia 1/10/2015, pela FA WSL Continental Cup. Por outro lado, Arsenal Ladies tem um melhor retrospecto jogando no Academy Stadium do que em casa. Foram 2 vitórias, 2 derrotas, 5 gols marcados e 3 gols sofridos.

Histórico de Confrontos (2014-2016):
Jogos: 9
Vitórias do Arsenal Ladies: 3
Empates: 0
Vitórias do Manchester City WFC: 6
Gols do Arsenal Ladies: 8
Gols do Manchester City WFC: 9
Primeiro Jogo: 18/5/2014 - FA WSL 1 - Arsenal Ladies 0x1 Manchester City WFC
Maior Goleada Aplicada: 24/8/2014 - FA WSL 1 - Manchester City WFC 0x4 Arsenal
Confrontos na FA WSL Continental Cup: 3 (1 vitória do Arsenal Ladies, 2 vitórias do Manchester City WFC, 1 gol do Arsenal Ladies, 2 gols do Manchester City WFC)
Primeiro Jogo: 16/10/2014 - Arsenal Ladies 0x1 Manchester City WFC
Último Jogo: 4/9/2016 - Manchester City WFC 1x0 Arsenal Ladies
Confrontos da FA WSL 1: 6 (2 vitórias do Arsenal Ladies, 4 vitórias do Manchester City WFC, 7 gols do Arsenal Ladies, 7 gols do Manchester City WFC)
Primeiro Jogo: 18/5/2014 - Arsenal Ladies 0x1 Manchester City WFC
Último Jogo: 11/9/2016 - Arsenal Ladies 0x1 Manchester City WFC

Classificação da FA WSL Spring Series
Manchester City WFC é o segundo colocado com um ponto a menos do que o líder, Liverpool Ladies. Arsenal Ladies está em quarto lugar, com quatro pontos a menos do que o Manchester City WFC.

Time do Manchester City WFC
Tony Duggan é a jogadora mais perigosa do time. Ela é artilheira com 4 gols marcados. Nikita Parris e Georgia Stanway são as líderes em assistências da equipe com 2 assistências por cada jogadora. Nick Cushing escalou a equipe com a seguinte formação na última quinta-feira: Karen Bardsley - Lucy Bronze, Steph Houghton, Megan Campbell, Demi Stokes - Jill Scott, Keira Walsh, Isobel Christiansen - Nikita Parris, Toni Duggan, Melissa Lawley.

Time do Arsenal Ladies
Kim Little sofreu um rompimento do ligamento cruzado do joelho durante a semana e só deve voltar daqui a dois meses. Jodie Taylor e Danielle Carter são as artilheiras do Arsenal na competição com 3 gols marcados por cada jogadora. Jordan Nobbs é a líder em assistências da equipe com 4. Pedro Martinez Losa deve manter o mesmo time que venceu Birmingham City Ladies no último sábado: 13 Anna Moorhouse - 2 Alex Scott, 32 Anna Patten, 24 Charlotte Wubben-Moy, 6 Leah Williamson - 8 Jordan Nobbs, 17 Heather O'Reilly, 4 Fara Williams, 21 Danielle Van de Donk, 9 Danielle Carter - 23 Beth Mead.

Relatório do Jogo: FA Cup (Final) > Arsenal 2x1 Chelsea


Chelsea vinha em busca do "Doble" como favorito na Final da FA Cup, neste sábado, mas tinha pela frente o maior vencedor da Copa da Inglaterra, jogando o fino da bola. Arsenal foi muito bem no primeiro tempo e poderia ter ido para o intervalo com o jogo praticamente liquidado, mas fez apenas um gol e desperdiçou inúmeras chances. Alexis Sánchez abriu o marcador com 5 minutos de jogo, num lance polêmico, que o árbitro teve que consultar o bandeirinha, mas validou o gol.
No segundo tempo, Chelsea veio melhor e criou mais problemas para os Gunners, mas Moses recebeu dois cartões amarelos e foi expulso ao simular um pênalti. Com um jogador a mais, Diego Costa empatou o jogo, mas logo em seguida, Ramsey fez o gol do título. O Décimo terceiro título da Copa da Inglaterra. Arsenal é o maior vencedor da FA Cup, ultrapassando Manchester United, que tem 12. Arsène Wenger é o técnico com mais conquistas da FA Cup, 7 no total, ultrapassando George Ramsey que tem 6. Alexis Sánchez fez seu segundo gol em Finais da FA Cup. Fez um gol em 2015 e agora em 2017. Aaron Ramsey fez o gol do título, na prorrogação, em 2014, e agora fez no finalzinho do jogo em 2017. Não foi a temporada dos sonhos, mas não terminamos com as mãos vazias, mais um troféu para a rica galeira dos Gunners. Até a próxima temporada!

Relatório de jogo

Final - sábado, 27/05/2017 - 13:30 - Wembley Stadium
Arsenal - Chelsea   2:1 (1:0, 1:1)
Arsenal: David Ospina - Rob Holding, Per Mertesacker, Nacho Monreal - Hector Bellerin, Granit Xhaka, Mesut Özil, Aaron Ramsey, Alexis Sánchez (90+3. Mohamed Elneny), Alex Oxlade-Chamberlain (82. Francis Coquelin) - Danny Welbeck (78. Olivier Giroud); Treinador: Arsène Wenger
Reservas não utilizados: Petr Cech, Alex Iwobi, Theo Walcott, Lucas Pérez
Chelsea: Thibaut Courtois - César Azpilicueta, David Luiz, Gary Cahill - Victor Moses, Ngolo Kanté, Nemanja Matic (61. Cesc Fàbregas), Marcos Alonso - Pedro (72. Willian), Diego Costa (88. Michy Batshuayi), Eden Hazard; Treinador: Antonio Conte
Reservas não utilizados: Asmir Begovic, Kurt Zouma, John Terry, Nathan Aké
Gols: 1:0 Alexis Sánchez (Gol de Dentro da Área (Pé Direito), 5.); 1:1 Diego Costa (Gol de Dentro da Área (Pé Direito), 76. / Willian); 2:1 Aaron Ramsey (79. / Olivier Giroud)
Árbitros: Anthony Taylor (Cheshire) - Assistentes: Gary Beswick (County Durham), Marc Perry (West Midlands) 4° Árbitro: Robert Madley (West Yorkshire)
Espectadores: 89472 
Cartão Amarelo: Aaron Ramsey (10., Falta), Rob Holding (54., Falta), Granit Xhaka (81., Falta), Francis Coquelin (83., Falta) / Victor Moses (57., Falta), Ngolo Kanté (59., Falta)
Amarelo/Vermelho: - / Victor Moses (68., Simulação)
Bolas Afastadas: 24:18
Interceptações: 17:13
Escanteios: 7:5
Impedimentos: 0:0
Posse de Bola: 52:48
Finalizações pra Fora/na Trave: 10 - Alexis Sánchez (3), Aaron Ramsey (2), Hector Bellerin (1), Alex Oxlade-Chamberlain (1), Mesut Özil (1), Danny Welbeck (1), Granit Xhaka (1) / 13 - Pedro (4), Diego Costa (2), Victor Moses (2), Marcos Alonso (1), Gary Cahill (1), Cesc Fàbregas (1), Eden Hazard (1), David Luiz (1)
Finalizações pro Gol: 6 - Hector Bellerin (1), Mesut Özil (1), Aaron Ramsey (1), Alexis Sánchez (1), Danny Welbeck (1), Granit Xhaka (1) / 5 - Diego Costa (3), Ngolo Kanté (1), Victor Moses (1)
Faltas Cometidas: 15 - Rob Holding (3), Hector Bellerin (2), Nacho Monreal (2), Mesut Özil (2), Danny Welbeck (2), Francis Coquelin (1), Alex Oxlade-Chamberlain (1), Alexis Sánchez (1), Granit Xhaka (1) / 11 - César Azpilicueta (2), Ngolo Kanté (2), Victor Moses (2), Michy Batshuayi (1), Gary Cahill (1), Diego Costa (1), Nemanja Matic (1), Pedro (1)
Desarmes: 23 - Nacho Monreal (4), Alex Oxlade-Chamberlain (3), Aaron Ramsey (3), Granit Xhaka (3), Francis Coquelin (2), Rob Holding (2), Per Mertesacker (2), Mesut Özil (2), Hector Bellerin (1), Danny Welbeck (1) / 25 - César Azpilicueta (7), Ngolo Kanté (6), Marcos Alonso (4), Cesc Fàbregas (2), David Luiz (2), Victor Moses (2), Gary Cahill (1), Diego Costa (1)
Defesas: 4 - David Ospina (4) / 3 - Thibaut Courtois (3)

Pré-Jogo: 27/05/2017 > FA Cup (Final) > Arsenal x Chelsea

 

Neste sábado (27/05/2017), às 13h30 (Hora de Brasília), no Estádio de Wembley, Arsenal enfrentará Chelsea, pela Final da FA Cup (Copa da Inglaterra). Será o vigésimo confronto entre as duas equipes na FA Cup (Copa da Inglaterra). Arsenal já venceu oito vezes e Manchester City venceu cinco vezes. E ainda houve 6 empates. Uma das vitórias do Arsenal foi na Final, no dia 4/5/2002. Esta foi a única vez que as duas equipes tinham se encontrado na Final. O último confronto entre as duas equipes na Copa da Inglaterra foi no dia 18/4/2009, pela Semifinal. Arsenal perdeu a partida por 2 a 1. No primeiro confronto, no dia 30/1/1915, Arsenal perdeu o derby por 1 a 0.
Arsenal entrou na 3ª Fase da FA Cup (Copa da Inglaterra), eliminando Preston North End (2ª Divisão) ao vencer por 2 a 1, fora de casa. Na 4ª fase, venceu Southampton (Premier League) por 5 a 0, também fora de casa. Nas Oitavas de Final, derrotou o Sutton United (5ª Divisão) por 2 a 0, mais uma vez fora de casa. Nas Quartas de Final, derrotou Lincoln City (5ª Divisão) por 5 a 0, jogando no Emirates Stadium. Na Semifinal, derrotou Manchester City (Premier League) por 2 a 1, na prorrogação.
Chelsea entrou na 3ª Fase da FA Cup (Copa da Inglaterra), eliminando Peterborough United (3ª Divisão) ao vencer por 4 a 1, em casa. Na 4ª Fase, derrotou o Brentford (2ª Divisão), por 4 a 0, também em casa. Nas Oitavas de Final, eliminou o Wolverhampton Wanderers (2ª Divisão) por 2 a 0, fora de casa. Nas Quartas de Final, venceu o Manchester United (Premier League) por 1 a 0, em casa. Na Semifinal, derrotou Tottenham Hotspur (Premier League) por 4 a 2, no Estádio de Wembley.
Nas 20 vezes que disputou a Semifinal da FA Cup, Arsenal foi campeão em 12 ocasiões. Somente uma vez, Arsenal participou de uma Final que foi decidida nos pênaltis. No dia 21/5/2005, após empate em 0 a 0 com Manchester United no tempo normal e na prorrogação, Arsenal venceu nos pênaltis por 5 a 4. O primeiro jogo da Final da FA Cup 1992/93,  disputado no dia 15/5/1993, também terminou em empate entre Arsenal e Sheffield Wednesday em 1 a 1, mas houve um replay (outra partida) disputado no dia 20/05/1993, que o Arsenal venceu por 2 a 1, após prorrogação. Arsenal disputará sua 43ª partida oficial no Estádio de Wembley (um recorde). Liverpool e Newcastle United são as equipes que o Arsenal mais enfrentou em Final da Copa da Inglaterra, tendo enfrentado cada equipe três vezes.
O retrospecto do Arsenal em Finais da Copa da Inglaterra: 20 jogos, 12 vitórias, 1 empate, 7 derrotas, 27 gols marcados e 16 gols sofridos. No Estádio do Wembley, pela FA Cup, Arsenal tem 22 jogos, 12 vitórias, 2 empates, 8 derrotas, 31 gols marcados e 22 gols sofridos. Arsenal é a equipe que mais conseguiu chegar à Final da FA Cup. Foram 20 vezes. Manchester United é o segundo colocado com 19 vezes. Sob o comando de Arsène Wenger, o Arsenal teve o seguinte retrospecto em Finais da Copa da Inglaterra: 7 jogos, 6 vitórias, 1 derrota, 13 gols marcados e 4 gols sofridos. Arsène Wenger tem o recorde de conquistas da FA Cup por um técnico (6 conquistas) ao lado de George Ramsey (ex-técnico do Aston Villa). Wenger tem mais títulos da FA Cup do que a soma de títulos dos últimos sete técnicos do Arsenal.
Somente três jogadores do Arsenal marcaram mais de um gol em Finais da Copa da Inglaterra: Reg Lewis, Ian Wright e Freddie Ljunberg. Ray Parlour, Pat Rice e David Seaman foram os jogadores dos Gunners que mais disputaram Finais da FA Cup, com 5 participações de cada um. Sete jogadores do atual elenco já marcaram gols em Finais da Copa da Inglaterra: Santi Cazorla, Laurent Koscielny, Aaron Ramsey, Theo Walcott, Alexis Sánchez, Per Mertesacker e Olivier Giroud.
Chelsea tem 11 participações em Finais da FA Cup, tendo sido campeão em 7 ocasiões. A última derrota que sofreu na Final da FA Cup foi justamente contra o Arsenal em 2002. Chelsea acabou de conquistar o título inglês e vem em busca do "Double". O último confronto entre os dois clubes londrinos terminou em vitória do Chelsea por 3 a 1, em Stamford Bridge. O jogo será transmitido pela ESPN Brasil e Watch ESPN.

Arbitragem
O árbitro dessa partida será Anthony Taylor (Cheshire). O árbitro de 38 anos de idade começou a carreira em 2002, apitando jogos da North Premier League. Em 2006, passou a apitar jogos da Football League, mas somente integrou o seleto grupo de árbitros da Premier League a partir de 2010. Nesta temporada, apitou 30 jogos da Premier League e distribuiu 120 cartões amarelos e 4 cartões vermelhos. Taylor apitou um jogo do Arsenal na Premier League: 17/4/2017 - Middlesbrough 1x2 Arsenal (4 cartões amarelos, 2 para jogadores do Arsenal: Gabriel e Oxlade-Chamberlain). Ele apitou o jogo entre Arsenal e Lincoln City por 5 a 0, na FA Cup (11/3/2017), distribuindo nessa ocasião 5 cartões amarelos, dois deles para jogadores do Arsenal: Koscielny e Xhaka. No incidente que Arsène Wenger foi expulso da partida e depois suspenso em janeiro desse ano, o técnico do Arsenal empurrou Anthony Taylor, que era o quarto árbitro no jogo contra Burnley. Anthony Taylor apitou 8 jogos da FA Cup, distribuindo 24 cartões amarelos e nenhum cartão vermelho. Os assistentes serão Gary Beswick (County Durham) e Marc Perry (West Midlands). O 4° árbitro será Robert Madley (West Yorkshire).

Histórico de confrontos:
Total de Jogos: 189
Total de Vitórias do Arsenal: 73 
Total de Vitórias do Chelsea: 62
Total de Empates: 54
Total de Gols do Arsenal: 264
Total de Gols do Chelsea: 249
Confrontos na League Division One (Primeira Divisão Inglesa): 110 jogos (43 vitórias do Arsenal, 34 vitórias do Chelsea, 33 empates, 160 gols do Arsenal, 139 gols do Chelsea)
Primeiro jogo: 9/11/1907 - Chelsea 2x1 Woolwich Arsenal
Último jogo: 25/4/1992 - Chelsea 1x1 Arsenal
Confrontos na League Cup (Copa da Liga): 6 jogos (2 vitórias do Arsenal, 4 vitórias do Chelsea, 6 gols marcados pelo Arsenal, 14 gols marcados pelo Chelsea)
Primeiro jogo: 26/10/1976 - Arsenal 2x1 Chelsea
Último jogo: 29/10/2013 - Arsenal 0x2 Chelsea
Confrontos na FA Cup (Copa da Inglaterra): 19 jogos (8 vitórias do Arsenal, 5 vitórias do Chelsea, 6 empates, 30 gols marcados pelo Arsenal, 23 gols marcados pelo Chelsea)
Primeiro jogo: 30/1/1915 - Chelsea 1x0 Arsenal
Último jogo: 18/4/2009 - Arsenal 1x2 Chelsea (Semifinal)
Confrontos na FA Community Shield (Supercopa da Inglaterra)2 jogos (1 vitória do Arsenal, 1 vitória do Chelsea, 2 gols marcados pelo Arsenal, 2 gols marcados pelo Chelsea)
Primeiro jogo: 7/8/2005 - Arsenal 1x2 Chelsea
Último jogo: 2/8/2015 - Arsenal 1x0 Chelsea
Confrontos na UEFA Champions League: 2 jogos (1 empate, 1 vitória do Chelsea, 2 gols marcados pelo Arsenal, 3 gols marcados pelo Chelsea)
Primeiro jogo: 24/3/2004 - Chelsea 1x1 Arsenal
Último jogo: 6/4/2004 - Arsenal 1x2 Chelsea
Confrontos na Premier League: 50 jogos (19 vitórias do Arsenal, 17 vitórias do Chelsea, 14 empates, 64 gols marcados pelo Arsenal, 68 gols marcados pelo Chelsea)
Primeiro jogo: 3/10/1992 - Arsenal 2x1 Chelsea
Último jogo: 4/2/2017 - Chelsea 3x1 Arsenal

Classificação Final na Premier League


Time do Chelsea
O único problema em termos de contusão no Chelsea é o do jogador Ruben Loftus-Cheek (com um problema nas costas). Ele está fora do jogo. Willian e Pedro são os artilheiros do time na FA Cup com 4 gols marcados por cada jogador. Diego Costa é o artilheiro do Chelsea na temporada com 21 gols marcados. Batshuayi, Pedro e Willian são os líderes em assistência da equipe na FA Cup com 2 assistências para cada um. Cesc Fábregas é o líder em assistências pelo Chelsea na temporada com 13 assistências. Antonio Conte deve escalar o mesmo time que jogou a última partida. Provável time: Courtois; Azpilicueta, David Luiz e Cahill; Moses, Matic, Kanté e Alonso; Pedro, Diego Costa e Hazard.

Time do Arsenal

Começamos com as boas notícias. Alexis Sánchez e Alex Oxlade-Chamberlain podem ser relacionados para a grande Final da FA Cup. Por outro lado, Shkodran Mustafi continua doente (concussão) e é ainda dúvida para a partida. A situação de Gabriel é a mais grave. No último jogo contra o Everton, Gabriel teve o ligamento medial do joelho rompido e ficará longe dos gramados entre 6 e 8 semanas. Deverá estar recuperado no início da temporada de 2017/18. Laurent Koscielny desfalcará também o Arsenal. Ele foi expulso no jogo contra o Everton e cumprirá três jogos de suspensão. Kieran Gibbs, com uma contusão na coxa, ainda é dúvida para o jogo. Santi Cazorla está contundido e só deverá retornar aos gramados na próxima temporada. Theo Walcott é o artilheiro do Arsenal na FA Cup com 5 gols marcados. Alex Iwobi, Alex Oxlade-Chamberlain, Lucas Pérez, Alexis Sánchez e Danny Welbeck estão empatados com 2 assistências para cada um na FA Cup. Provável time: 

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Arsenal na FA Cup (Copa da Inglaterra) - Parte III (Final)



Na temporada de 2002/03, Arsenal não teve muitas dificuldades nas fases iniciais da FA Cup (Copa da Inglaterra). Venceu Oxford United na 3ª Fase. Na fase seguinte, goleou Farnborough Town. Nas Oitavas de Final, derrotou Manchester United por 2 a 0, fora de casa. Nas Quartas de Final, precisou do replay, mas eliminou o Chelsea. Na Semifinal, venceu Sheffield United por 1 a 0. Como o Estádio de Wembley ainda estava em reforma, o jogo da Final foi realizado novamente no Millennium Stadium, com a presença de um público de 73.726 espectadores. Robert Pirès marcou o gol do nono título aos 38 minutos do primeiro tempo. Time campeão: David Seaman (capitão); Lauren, Martin Keown, Oleg Luzhny e Ashley Cole; Robert Pirès, Ray Parlour, Gilberto Silva e Fredrik Ljunberg; Dennis Bergkamp (Sylvain Wiltord) e Nwanko Kanu. Técnico: Arsène Wenger. Gilberto Silva foi o segundo brasileiro a conquistar a Copa da Inglaterra pelo Arsenal. Edu tinha sido campeão na temporada anterior. O goleiro David Seaman e o meio-campista Ray Parlour conquistaram quatro títulos da Copa da Inglaterra pelo Arsenal. Martin Keown conquistou seu terceiro título da FA Cup. Sylvain Wiltord e Nwanko Kanu conquistaram dois títulos da FA Cup.
Na temporada de 2004/05, Arsenal chegou à sua 18ª Final da Copa da Inglaterra. Na 3ª Fase, venceu Stoke City. Na 4ª Fase, passou pelo Wolverhampton Wanderers, Nas Oitavas de Final, precisou do replay, e venceu Sheffield United nos pênaltis. Nas Quartas de Final, derrotou Bolton Wanderers. Na Semifinal, eliminou Blackburn Rovers. No dia 21/5/2005, no Millennium Stadium, derrotou Manchester United nos pênaltis, com a presença de um público de 71.876. O jogo terminou empatado em 0 a 0, no tempo normal e na prorrogação. Na cobrança de pênaltis, Van Nistelrooy cobrou o primeiro, fazendo 1 a 0 para Manchester United. Lauren empatou na cobrança seguinte. Paul Scholes bateu a segunda cobrança do Manchester United, mas Jens Lehmann defendeu. Todas as demais cobranças foram convertidas, tendo Patrick Kluivert convertido a última, dando o título aos Gunners. Arsenal venceu por 5 a 4 na cobrança de pênaltis. Time campeão: Jens Lehmann; Lauren, Kolo Touré, Philippe Senderos e Ashley Cole; Cesc Fábregas (Robin van Persie), Patrick Vieira (capitão) e Gilberto Silva; Robert Pirès (Edu), José Antonio Reyes e  Dennis Bergkamp (Fredrik Ljunberg). Técnico: Arsène Wenger. Patrick Vieira e Dennis Bergkamp conquistaram o quarto título da FA Cup. Fredrik Ljunberg, Ashley Cole, Robert Pirès, Lauren e Edu conquistaram o terceiro título da FA Cup. Gilberto Silva conquistou seu segundo título da FA Cup.
Nove anos depois, os Gunners voltam a disputar a Final da FA Cup, dessa vez, no novo Estádio de Wembley, com a presença de um público de 89.345 espectadores. No caminho, eliminou o arquirrival Tottenham na 3ª Fase, sem dificuldade. Goleou Coventry City na 4ª Fase. Nas Oitavas de Final, derrotou Liverpool por 2 a 1. Nas Quartas de Final, goleou Everton por 4 a 1. Na Semifinal, após o jogo terminar empatado na prorrogação em 1 a 1, venceu Wigan Athletic por 4 a 2 nos pênaltis. Na Final, no dia 17/5/2014, Arsenal venceu Hull City por 3 a 2, na prorrogação. Aos 4 minutos de jogo, a torcida dos Gunners levou um susto quando Hull City abriu o marcador com Chester. Curtis Davies, capitão do Hull City, ampliou placar quatro minutos depois. Santi Cazorla diminuiu a desvantagem do Arsenal aos dezessete minutos do primeiro tempo. Hull City se segurou o quanto pode, mas o Arsenal conseguiu o gol de empate aos 26 minutos, gol de Koscielny. Aos quatro minutos do segundo tempo da prorrogação, Aaron Ramsey fez o gol do título, a 11ª FA Cup do Arsenal. Time campeão: Lukasz Fabianski; Bacary Sagna, Per Mertesacker, Laurent Koscielny e Kieran Gibbs; Mikel Arteta (capitão), Aaron Ramsey, Santi Cazorla (Jack Wilshere) e Mesut Özil (Thomas Rosicky); Lukas Podolski (Yaya Sanogo) e Olivier Giroud. Técnico: Arsène Wenger.
Na temporada de 2014/15, Arsenal chegou à sua 20ª Final da FA Cup. O caminho dos Gunners não foi tão tranquilo. Logo na 3ª Fase, encarou uma repetição da Final da temporada anterior e venceu Hull City. Na 4ª Fase, passou pelo Brighton Hove & Albion. Nas Oitavas de Final, derrotou Middlesbrough por 2 a 0. Nas Quartas de Final, teve uma parada duríssima, mas eliminou o Manchester United. Na Semifinal, precisou da prorrogação para derrotar Reading por 2 a 1. Na Final, no dia 30/5/2015, Arsenal derrotou Aston Villa por 4 a 0, no Estádio de Wembley, com a presença de 89.283 espectadores. Theo Walcott abriu o marcador faltando cinco minutos para o final do primeiro tempo. Com cinco minutos do segundo tempo, Alexis Sánchez ampliou o placar. Per Mertesacker fez o terceiro gol aos 17 minutos do segundo tempo. Olivier Giroud fechou o placar nos acréscimos. Time campeão: Wojciech Szczęsny; Héctor Bellerín, Per Mertesacker (capitão), Laurent Koscielny e Nacho Monreal; Francis Coquelin, Santi Cazorla; Aaron Ramsey, Mesut Özil (Jack Wilshere) e Alexis Sánchez (Alex Oxlade-Chamberlain); Theo Walcott (Olivier Giroud). Técnico: Arsène Wenger. O técnico francês igualou o recorde de George Ramsey (Aston Villa), conquistando seis títulos da FA Cup como técnico do Arsenal.
E na temporada de 2016/17...

Arsenal na FA Cup (Copa da Inglaterra) - Parte II



Depois de uma seca de 19 anos, Arsenal chegou na sua sétima Final da FA Cup em 1971. No caminho, os Gunners eliminaram Yeovil Town, Portsmouth, Manchester City, Leicester City e Stoke City. Arsenal enfrentou pela segunda vez o Liverpool em uma final da Copa da Inglaterra. Jogando com a camisa amarelo, pois o Liverpool jogou de vermelho, Arsenal venceu por 2 a 1, na prorrogação. No tempo normal, o jogo acabou empatado em 0 a 0. Aos dois minutos do primeiro tempo de prorrogação, Liverpool saiu na frente com gol de Steve Heighway. Eddie Kelly empatou o jogo ainda no primeiro tempo da prorrogação. Ele entrou aos 19 minutos do segundo tempo. Naquela época, era apenas permitida uma substituição durante o jogo e Kelly foi o primeiro jogador reserva a marcar um gol numa Final de FA Cup. Faltando nove minutos para o fim da prorrogação, Charlie George fez o gol do título. Foi o quarto caneco dos Gunners. Time campeão: Bob Wilson; Pat Rice, Frank McLintock, Peter Simpson e Bob McNab; Peter Storey (Eddie Kelly 64'), George Graham, Charlie George e George Armstrong; John Radford e Ray Kennedy. Técnico: Bertie Mee.
Na temporada seguinte (1971/72), Arsenal chegou novamente à Final da Copa da Inglaterra, mas foi derrotado por Leeds United por 1 a 0. Em 1977/78, Arsenal chegou à Final mais uma vez e foi derrotado novamente por 1 a 0, dessa vez pro Ipswich Town. Em 1978/79, Arsenal conquistou o quinto caneco, derrotando na Final da FA Cup o Manchester United por 3 a 2. Brian Talbot abriu o placar aos 12 minutos de jogo. Frank Stapleton ampliou aos 43 minutos do primeiro tempo. Manchester United chegou a empatar o jogo com gols de Gordon McQueen e Sammy McIlroy. Aos 44 minutos do segundo tempo, Alan Sunderland fez o gol do título. Time campeão: Pat Jennings; Pat Rice (capitão), David O'Leary, Willie Young e Sammy Nelson; Brian Talbot, David Price (Steve Walford 83'), Liam Brady e Graham Rix; Alan Sunderland e Frank Stapleton. Técnico: Terry Neill. Na temporada seguinte, os Gunners chegaram novamente à Final, mas perderam para West Ham United por 1 a 0.
Depois de treze anos, Arsenal chegou à sua 12ª Final da FA Cup (Copa da Inglaterra). Pela primeira vez, Arsenal disputou uma partida de replay na Final. No primeiro jogo, no dia 15/5/1993, a partida entre Arsenal e Sheffield Wednesday terminou empatada em 1 a 1, com prorrogação e tudo. Ian Wright marcou o gol do Arsenal. No segundo jogo (replay), Arsenal venceu por 2 a 1, na prorrogação. Ian Wright fez o primeiro gol do Arsenal. Andy Linighan fez o gol do título no penúltimo minuto da prorrogação. Na época, poderiam ser feitas duas substituições, mas o Arsenal só fez uma. Time campeão: David Seaman; Lee Dixon, Andy Linighan, Tony Adams (capitão) e Nigel Winterburn; Paul Davis, John Jensen e Paul Merson; Kevin Campbell, Ian Wright (David O'Leary 81') e Alan Smith. Técnico: George Graham.
Na temporada de 1997/98, Arsenal chegou à sua 13ª Final da FA Cup, deixando pelo caminho equipes como Port Vale, Middlesbrough, Crystal Palace, West Ham United e Wolverhampton Wanderers. Na Final, no dia 16/5/1998, Arsenal venceu Newcastle United, conquistando seu sétimo caneco. O holandês Marc Overmars abriu o marcador aos 23 minutos do segundo tempo. No segundo tempo, Nikolas Anelka fez o segundo gol aos 24 minutos. Foi a segunda fez em sua história que os Gunners conquistaram o chamado "Double" (campeão inglês e da Copa da Inglaterra). A primeira vez tinha sido na temporada de 1970/71. Foi a terceira vez que Arsenal e Newcastle se encontraram em uma Final de Copa da Inglaterra. Nos dois encontros anteriores (1932 e 1952), Arsenal tinha sido derrotado. Essa partida teve uma audiência de mais de 7 milhões de espectadores. Foi o primeiro título de Arsène Wenger como técnico do Arsenal. Time campeão: David Seaman; Lee Dixon, Martin Keown, Tony Adams (capitão) e Nigel Winterburn; Ray Parlour, Patrick Vieira, Emmanuel Petit e Marc Overmars; Nicolas Anelka e Chirstopher Wreth (David Platt). Técnico: Arsène Wenger.
Na temporada de 2000/01, a FA Cup completou 120 anos de existência. Arsenal eliminou Carlisle na 3ª Fase. Goleou o Queen's Park Rangers na 4ª Fase. Derrotou o Chelsea nas Oitavas. Passou pelo Blackburn Rovers nas Quartas. Eliminou o arquirrival Tottenham Hotspur na Semifinal. Na Final, no dia 12/5/2001, foi derrotado pelo Liverpool por 2 a 1. O jogo foi disputado no Millennium Stadium, na cidade de Cardiff, no País de Gales, com a presença de um público de 72.500 espectadores. Fredrik Ljunberg abriu o marcador para os Gunners aos 27 minutos do segundo tempo. Arsenal sofreu a virada nos minutos finais do jogo com Michael Owen fazendo dois gols. Time campeão: David Seaman; Lee Dixon (Dennis Bergkamp), Martin Keown, Tony Adams (capitão) e Ashley Cole; Fredrik Ljunberg (Nwanko Kanu), Patrick Vieira, Gilles Grimandi e Robert Pirès; Sylvain Wiltord (Ray Parlour) e Thierry Henry. Técnico: Arsène Wenger.
Na temporada seguinte, em 2001/02, Arsenal chegou à sua 15ª Final da FA Cup, Arsenal teve um caminho relativamente confortável até à Final. Na 3ª Fase, venceu Watford fora de casa. Na 4ª Fase, derrotou Liverpool por 1 a 0, em casa. Nas Oitavas, goleou Gillingham, em casa novamente. Nas Quartas de Final, precisou do replay para eliminar Newcastle United. Na Semifinal, derrotou Middlesbrough pelo placar apertado de 1 a 0. Na Final, no dia 4/5/2002, Arsenal derrotou Chelsea por 2 a 0. O jogo foi novamente realizado no Millennium Stadium, com a presença de 73.963 espectadores. Ray Parlour abriu o marcador aos 25 minutos do segundo tempo. Dez minutos depois, o sueco Fredrik Ljunberg fez o segundo gol dos Gunners. Ele marcou gols em duas finais seguidas da Copa da Inglaterra. Foi o segundo título de Arsène Wenger no comando do Arsenal. Time campeão: David Seaman; Lauren, Sol Campbell, Tony Adams (capitão) e Ashley Cole; Sylvain Wiltord (Martin Keown), Ray Parlour, Patrick Vieira e Fredrik Ljunberg; Dennis Bergkamp (Edu) e Thierry Henry (Nwanko Kanu). Técnico: Arsène Wenger. David Seaman e Tony Adams conquistavam nessa temporada a Copa da Inglaterra pela terceira vez.

terça-feira, 23 de maio de 2017

Arsenal na FA Cup (Copa da Inglaterra) - Parte I



A Football Association (Federação Inglesa de Futebol) foi fundada em 26/10/1863, publicando as Leis do Jogo de Futebol. Em 1871, foi criada a competição de futebol mais antiga do mundo, a FA Cup (Copa da Inglaterra). 15 times disputaram a primeira edição da FA Cup. Wanderers F.C. foi o primeiro campeão. Wanderers F.C. ganhou mais 4 vezes (1872/73, 1875/76, 1876/77 e 1877/78).
Arsenal F.C. participou pela primeira vez da FA Cup na temporada de 1889/90. Na época era chamado de Royal Arsenal. Disputou a 1ª Fase de Qualificação, derrotando Lyndhurst por 11 a 0, em casa. Na 2ª Fase de Qualificação, empatou com Norwich Thorpe em 2 a 2, fora de casa. No jogo de replay, em casa, Norwich Thorpe não compareceu e Royal Arsenal avançou para a fase seguinte, vencendo o confronto por W.O. Na 3ª Fase de Qualificação, venceu em casa o Crusaders por 5 a 2. E na 4ª Fase de Qualificação, foi eliminado da competição pelo Swifts, em casa, ao perder o jogo por 5 a 1.
Entre as temporadas de 1890/91 e 1895/96, Royal Arsenal entrou na FA Cup diretamente na Fase Principal, sendo eliminado em todas estas temporadas na 1ª Fase. Na temporada de 1896/97, Woolwich Arsenal voltou a disputar as fases anteriores à fase principal, sendo eliminado na 5ª Fase de Qualificação. Na temporada de 1900/01, início do Século XX, Woolwich Arsenal conseguiu pela primeira vez se classificar para Oitavas de Final da FA Cup. Na Fase Intermediária, Woolwich Arsenal venceu Darwen, fora de casa, por 2 a 0. Na 1ª Fase, derrotou Blackburn Rovers, em casa, por 2 a 0. Nas Oitavas de Final, Woolwich Arsenal perdeu em casa para West Bromwich Albion por 1 a 0.
Na temporada de 1903/04, Woolwich Arsenal repetiu mais uma vez o feito de chegar às Oitavas de Final da FA Cup. Na Fase Intermediária, empatou em 1 a 1 com Bristol Rovers, em casa, E no replay, venceu Bristol Rovers fora de casa por 1 a 0. Na 1ª Fase, derrotou Fulham em casa por 1 a 0. Nas Oitavas de Final, perdeu para o Manchester City por 2 a 0 em casa. Nessa temporada, Woolwich Arsenal foi vice-campeão da 2ª Divisão Inglesa, conquistando o acesso à 1ª Divisão Inglesa da temporada seguinte.
Na temporada de 1905/06, já na 1ª Divisão Inglesa, Woolwich Arsenal conseguiu pela primeira vez terminar entre os quatro primeiros na FA Cup. Na 1ª Fase, Woolwich Arsenal empatou com West Ham United em casa em 1 a 1. No replay, venceu fora de casa por 3 a 2. Na 2ª Fase, venceu Watford por 3 a 0 em casa. Nas Oitavas de Final, jogando em casa novamente, goleou Sunderland por 5 a 0. Nas Quartas de Final, venceu Manchester United fora de casa por 3 a 2. Na Semifinal, perdeu para Newcastle United por 2 a 0, fora de casa. Na temporada seguinte, Woolwich Arsenal repetiu o feito.
Na temporada de 1926/27, cerca de quase 40 anos depois de sua fundação, os Gunners chegaram pela primeira vez à Final da FA Cup, sob o comando do inesquecível Herbert Chapman. Arsenal entrou na competição na 3ª Fase e eliminou Sheffield United, vencendo o rival por 3 a 2. Na 4ª Fase, empatou com Port Vale em 2 a 2 e, no replay, venceu por 1 a 0. Nas Oitavas de Final, derrotou Liverpool por 2 a 0. Nas Quartas de Final, foi a vez de eliminar Wolverhampton Wanderers, ao vencer por 2 a 1. Na Semifinal, derrotou o Southampton por 1 a 0. Na grande final de 1927, disputado no Estádio de Wembley lotado (91.206 espectadores), Arsenal enfrentou o Cardiff City, do País de Gales. Foi a primeira final de FA Cup transmitida pela rádio BBC. O único gol da partida foi marcado pelo atacante escocês Hughie Fergusson, numa falha do goleiro Dan Lewis. Time do Arsenal: Dan Lewis; Tom Parker e Andy Kennedy; Alf Baker, Jack Butler e Bob John; Joe Hulme, Charles Buchan (capitão), Jimmy Brain, Billy Blyth e Sid Hoar. Técnico: Hebert Chapman.
Arsenal entrou na competição na 3ª Fase e eliminou Chelsea, vencendo o rival por 2 a 0. Na 4ª Fase, empatou com Birmingham em 2 a 2 e, no replay, venceu por 1 a 0. Nas Oitavas de Final, derrotou Middlesborough por 2 a 0. Nas Quartas de Final, foi a vez de eliminar West Ham United, ao vencer por 3 a 0. Na Semifinal, empatou o primeiro jogo em casa com Hull City em 2 a 2. No replay, fora de casa, venceu por 2 a 1. Na grande final de 1930, disputado no Estádio de Wembley lotado (92.499 espectadores), Arsenal enfrentou Huddersfield Town. Foi a primeira vez que as duas equipes entraram no campo lado a lado, em honra a Herbert Chapman, técnico do Arsenal na época e que também dirigiu o Huddersfield Town na década de 20. Herbert Chapman dirigiu Huddersfield Town na decisão da FA Cup de 1922, quando a equipe foi campeã ao derrotar o Preston North End por 1 a 0.
Pela primeira vez, as equipes receberam uma quantia em dinheiro pela transmissão da partida pelo rádio. Arsenal abriu o marcador com Alex James aos 16 minutos de jogo. No intervalo da partida, o Zeppelin passou sobrevoando o Estádio de Wembley. Faltando dois minutos para o fim do jogo, Jack Lambert fez o segundo gol dos Gunners, dando números finais à partida. Foi o primeiro título nacional do Arsenal. A equipe campeã era formada por: Charlie Preedy; Tom Parker (capitão) e Eddie Hapgood; Alf Baker, Bill Seddon e Bob John; Joe Hulme, David Jack, Jack Lambert, Alex James e Cliff Bastin. Técnico: Herbert Chapman.
Em 1932, Arsenal chegou novamente à Final da FA Cup (a terceira vez). No seu caminho, eliminou Darwen, Plymouth Argile, Portsmouth, Huddersfield Town e Manchester City. Essa final ficou conhecida como Over the Line Final (Final em cima da linha). Arsenal abriu o marcador com Bob John, mas sofreu a virada no segundo tempo com dois gols de Jack Allen.
Em 1936, Arsenal chegou à sua quarta Final da FA Cup, conquistando seu segundo título da Copa. No caminho, derrotou Bristol Rovers, Liverpool, Newcastle, Barnsley e Grimsby Town. Mais de 93 mil espectadores assistiram ao jogo. Ted Drake marcou o gol do título aos 29 minutos do segundo tempo. Time campeão: Alex Wilson; George Male e Eddie Hapgood; Jack Crayston, Herbie Roberts e Wilf Copping; Joe Hulme, Ray Bowden, Ted Drake, Alex James (capitão) e Cliff Bastin. Técnico: George Allison.
Depois de conquistar duas vezes a FA Cup, Arsenal passou 14 anos até chegar novamente à Final da Copa da Inglaterra. No caminho, eliminou Sheffield Wednesday, Swansea Town, Burnley, Leeds United e Chelsea. Com um público recorde de 127.000 espectadores no Estádio de Wembley, Arsenal foi campeão pela terceira vez da FA Cup, derrotando Liverpool por 2 a 0. Reg Lewis abriu o marcador aos 18 minutos de jogo. Lewis marcou seu segundo gol aos 18 minutos do segundo tempo, dando números finais à partida. Time campeão: George Swindin; Laurie Scott e Wally Barnes; Alex Forbes, Leslie Compton e Joe Mercer (capitão); Freddie Cox, Jimmy Logie, Peter Goring, Reg Lewis e Denis Compton. Técnico: Tom Whittaker.
Em 1952, Arsenal chegou à sua sexta final da FA Cup. No caminho, eliminou Norwich City, Barnsley, Leyton Orient, Luton Town e Chelsea. Na final, foi derrotado pelo Newcastle United por 1 a 0. O chileno George Robledo marcou o gol do Newcastle United. Foi o quinto título do Newcastle United.